Guia Bottan de Buenos Aires

Não sou profissa nas dicas, mas o Alexandre Formagio me pediu lugares de Buenos Aires que não fossem os mais visitados por turistas e me disse “Ei! Por que você não escreve um texto?” e ei! Estou escrevendo. (um mês depois, sendo que eu disse que escreveria na mesma semana, mas É O MEU JEITINHO)

Pra começar: vou falar dos lugares que EU curto daqui. Não sei se são os melhores, mas são os que eu realmente aprecio 😛

Bares:

Él Álamo (que agora, ao que parece, mudou de nome. Mas todo mundo conhece assim)
Um bar pra você ficar bêbado e ter uma ressaca do cacete no outro dia. Mesmo. A cerveja vem em jarras de litros e cara.. É treta. Tem dias com doses grátis de tequila toda a noite, beerpong, cerveja grátis pra mulher até as 22h – e é sério mesmo.
Existem dois: um fica na Recoleta, o outro em Palermo.
O de Palermo é mais baladinha, tem um terraço aberto e panz, e a galera fica espalhada pelos andares dançando. O da Recoleta é mais vida louca, mesmo. Pub, escadas de madeira (que estão sempre molhadas com a cerveja treta – eu caí na primeira vez que fui e desci de bunda) e são 3 andares de pura loucura e muita gente feliz EEEEE.
Os dois têm som alto, televisores/telões passando jogos de futebol, basquete, qualquer coisa e são bares legais tanto pra curtir a noite quanto pra um after office.
Amo. <3

Gibraltar
Calle Perú 895 – San Telmo
Um pubzinho super estiloso, com chopp (cerveza tirada) e um ambiente legal pra ir com amigos e tomar uma cerveja tranqui. Sempre tem bastante estrangeiro, mas igual, conheço muita gente que é de Buenos Aires e vai lá porque gostam do bar. Juntam os dois públicos. 🙂

El Living
Marcelo T. de Alvear 1540
Uma baladinha com boa música e bom ambiente. Primeiro uma salinha, onde tem um telão passando clipes de pop/rock/grunge, sofás e o bar. No segundo ambiente, a pista de dança – com músicas no mesmo estilo, porém, dançáveis.(pra terem uma ideia, quando entrei, na primeira sala tocava The Fratellis e na segunda Michael Jackson. Gamei aí, sem nem perguntar o nome)

Million
Paraná 1048
Caro, phyno e de gente ryca. Legal pra tomar uma cerveja pós horário laboral só e conhecer o ambiente, porque a casa tem uma escada e um jardim digno de propaganda de perfume, amigues. É lindo, simples assim.

Frank’s Bar
Arévalo 1445
Um bar secreto. Não adianta ter o endereço e simplesmente colar lá: você tem que ter a senha. RÁ! O esquema é: adicionar no Facebook o perfil do bar, eles liberam a dica e você tem que adivinhar a senha. Tem como verificar se tua resposta está certa na página deles, mesmo. Chegando lá, vão te pedir na porta – e é sério, você não entra se não souber.
O bar em si é realmente lindo e phyno. Os drinks são caros ($90 pesos, PONELE), mas foram os melhores que tomei NA VIDA. De longe. <3 <3

La Catedral
Sarmiento 4006
Um bar MUITO simples, num galpão antigo. Se chegar cedinho, pode participar das aulas de tango <3
Fica em Almagro, um dos bairros mais cara de Buenos Aires <3 Gosto muito. <3

Jobs
Arenales 2932
Um bar pra dar uma passadinha rápida, tomar uma cerveja, comer uma pizza e jogar num PEBOLIM DO TAMANHO DE UMA MESA DE BILHAR. Apenas.

EXTRA – o que fazer:

Ciudad Cultural Konex – La Bomba del Tiempo
Sarmiento 3151
Rola às segundas, tipo 19h, e algumas vezes nos sábados. É uma apresentação de percussão incrível! Muuito animado. Recomendo 🙂

Fuerzabruta
Junín 1930
Uma apresentação bem louca de música e dança. O ambiente muda a cada cena e é sempre uma surpresa!

Restaurantes:

El Cuartito
Talcahuano 937
O lugar é simples de tudo, mas tem uma pizza incrível. A de ananá (abacaxi com presunto e queijo) e a de verdura (acho que é espinafre con creme de queijo) eu aplaudo de pé.

Club de La Milanesa
Tem váários espalhados pela cidade. O atendimento não é sensacional mas a milanesa, meus amigos… A milanesa é o que há. Milanesa con panceta a la crema, vulgo bacon com queijo e creme de leite em cima de um bife a milanesa gigante: amazing.
A batata eu não lembro o nome, mas tem uma opção de pagar um pouquinho a mais e comer uma que vem com muito queijo, cortada grossa. Oh boy. Oh boy. <3

La Cabrera
José Antonio Cabrera 5099
Parrilla incrível. Cara, porém, incrível. Muito cara compara a muitas daqui, porém, incrível. Mesmo. Uma das melhores carnes que provei na vida. Maciazinha, suculenta.. Acompanhada de um vinho, even better!

Lugar pra conhecer fora de BsAs:

San Antonio de Areco
Um ~pueblo~ pequeno e fofo, pra passar um domingo, por exemplo. Tem um ônibus da Chevallier que sai do terminal de retiro – demora umas 2 horas – e sai uns 160 pesos ida e volta. A cidade tem restaurantes muito gostosos, com carne muito boa, lugares históricos – conheçam o El Mitre, bar histórico com um sanduiche de salame e queijo muito gostoso sim senhor. E não deixem, sério, NÃO DEIXEM de ir na Olla de Cobre, uma chocolateria S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L! Peçam os alfajores de chocolate – melhor alfajor da vida, assim. <3 <3
~De paso~, um passeio no rio, pra ver a ponte – cartão postal da cidade – e comer numa parrilla aí pertinho. 🙂

Dicas e links:
No www.guiaoleo.com.ar você pode procurar sobre bares/restaurantes. Lá tem qualificações, fotos, endereços. Tudo.
O blog www.airesbuenosblog.com tem dicas ótimas de quem mora aqui e vai, conhece, curte e escreve com o coração. 🙂

1 comentário em “Guia Bottan de Buenos Aires

  1. Felipe Teixeira

    Ah, Maira! Agora que eu já voltei??? Não vale!
    Hahahahah.
    Almagro é mto cara de bs as mesmo né? Fiquei lá dessa vez. E gostei bastante.
    Seu português ta influenciado. Já ta pensando em espanhol. Já era…. Daí só piora.
    Bjo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *