As pingas e os tombos

Há muito tempo as pessoas me dizem que eu tenho muita sorte. E eu sempre concordei com elas, rindo dos supostos acasos que me levavam exatamente pra onde eu queria ir.

Mas deixa eu contar uma coisa pra vocês: sorte não existe. O que existe é você fixar a sua cabeça de uma forma muito forte num sonho/objetivo e dançar quando a música tocar. E aí vem o maior segredo: mesmo que você não faça a mínima ideia de como se dança.

Em 2006, um namorado me sugeriu fazer um blog. EU escrevi e escrevi, li outros blogs e fui me conectando com pessoas, conhecendo um novo universo, onde fiz amigos que nunca teria feito se não saísse do meu mundinho do interior.

Em 2007, um desses amigos me arrumou o msn do chefe dele numa agência de mídias sociais, em São Paulo. EU falei com o chefe e ele me pediu pra fazer uma estratégia publicitária e apresentá-la numa entrevista. EU estudei um bagulho que nunca tinha visto por duas semanas, montei a tal estratégia, entrei num ônibus pra sampa e apresentei a porra da estratégia gaguejando e sem saber o que caralhos eu estava fazendo ali. Mas deu certo.

Um outro amigo desse novo universo me arrumou um lugar numa república mista e EU juntei minhas tralhas e fui morar numa cidade mil vezes maior que a minha, num quarto mil vezes menor que o meu, ganhando quase nada. Almocei e jantei Cup Noodles uns quatro meses, nem posso mais ver na frente.

Durante um ano, a falta de experiência, de dinheiro e de certeza me acompanharam e trouxeram de volta a bulimia, antiga companheira da adolescência. Não sobrava dinheiro pra ver meus pais, a 150 quilômetros. Em um momento, percebi que estava tão desestabilizada que resolvi que era hora de parar, de voltar. Abandonei tudo e voltei pra minha casa no interior numa quarta-feira. Dei cem passos pra trás, que acabaram se revelando mil pra frente. Não é um erro recuar quando o avanço é um desastre iminente.

Quando achei que era hora, avisei pro mundo que queria voltar. Voltei pedindo um salário maior do que eu achava que merecia no momento, mas enfiando na cabeça que aprenderia tudo que precisasse pra merecer depois. E assim foi.

Morei num pensionato, em outro quartinho, um pouco maior que o primeiro. Meu cunhado chamava de minha “cela”. Mas aí eu já não precisava mais viver de Cup Noodles.

Sobre os degraus que sempre me disseram não passarem de oportunismo: eu usei todas as minhas armas. Eu escrevia pra quem queria ler e posava pra fotos pra quem queria ver, por que não? Eu vivo num mundo onde a paranóia da estética perfeita me fez vomitar comida por quase 15 anos e me achei suficientemente dona do meu corpo para mostrá-lo, quando me pareceu conveniente.

Meus pais? Repudiaram. Mas a foto na capa chegou em algum lugar, onde alguém quis conhecer a cabeça da dona dos peitos. E, mais uma vez, de alguma forma, deu certo.

Pra quem sempre me pergunta “como???”, aí está: eu simplesmente FIZ. Sei lá, fiz tudo que a vida me colocou no caminho. Com medo, todas as vezes, mas FIZ. Fiz um blog, expus meus sentimentos, minhas fraquezas, fiz contatos, fiz entrevistas pra coisas que eu não sabia fazer, fiz o trabalho que me mandaram sem saber fazer, fiz fotos sem me achar digna da publicação delas, fiz teste de tv sem saber fazer tv e acabein indo pra outro país pra fazer tv REALMENTE sem saber. Se deu errado, deu em nada, ao menos sempre deu em lição. Pra da próxima vez fazer melhor. O importante era continuar fazendo.

E o tempo todo rolavam críticas. E eu chorava, o dinheiro continuava não dando, e eu me enrolei com o cartão, e meu nome foi pro serasa, e minha família não confiavam mais em mim, achavam que eu tinha que desistir, prestar um concurso no interior, formar uma família e ficar por lá mesmo, mas eu não queria, não podia.

Eu topei participar de um game show e perdi 100 mil reais em rede nacional. Eu sabia que todo mundo podia me achar burra. Falaram que fiquei gorda na tv, a bulímica se revoltou dentro de mim.

Enfim.. gravei minha primeira matéria para A Liga sem saber o que caralhos eu estava fazendo lá. Dá pra ver na minha cara, na minha postura, na falta de jeito. Mas se alguém acreditava que eu devia estar lá, quem era eu pra não acreditar?

Então eu tenho dois recados pra quem ainda me acompanha nessa lindeza de blog que começou tudo:

1- Muito obrigada a todos vocês, sem vocês nada disso seria realidade. Portanto, vocês tem o dever de me assistir e me criticar! auahuahau

2- Você quer algo? FAÇA. Ninguém é obrigado a acreditar em você se você não mostrar que acredita em si mesmo.

Mesmo que você tenha que fingir pra si mesmo, mentir pro espelho. Faça. Depois me conta. 🙂

89 comentários em “As pingas e os tombos

  1. Bia Saltarelli

    Mirian,
    Posso te falar? Fiquei muito fã sua depois de ler esse texto!
    E, sinceramente, quando vejo alguém falando assim, do jeito que você falou me faz ter mais vontade ainda de fazer as coisas na minha vida darem certo.
    Parabéns por tudo que conquistou até hoje e, desejo de verdade, que você consiga muito mais e que essa tal de “sorte” te leve para caminhos ainda melhores!

  2. Rodrigo Santos

    Caramba M, inspirador esse seu texto, na real. Reflete a vida e o dia-a-dia de muita gente. Lido todo dia com tecnologias e novas tendencias, e até hoje me impressiono como um blog ou um twitter da vida, influencia a gente sem notarmos. Acompanho seu blog e twitter ha pouco tempo. Fui ‘redirecionado

  3. Ortiz

    O problema é nunca termos certeza sobre o quê fazer da vida. Vai dar certo? Não sei. Nunca dá pra saber. Mas apenas fazendo é que passa a existir a possibilidade de se obter êxito.

  4. Rodrigo Santos

    Caramba M, inspirador esse seu texto, na real. Reflete a vida e o dia-a-dia de muita gente. Lido todo santo dia com tecnologia, e até hoje me impressiono como um blog ou um twitter da vida influencia a gente sem notarmos. Acompanho seu blog e twitter ha pouco tempo – fui ‘redirecionado’ pra cá através do antigo blog do Fabio – após um post melancólico, mas muito sincero da parte dele, relacionado a um incidente com a tchulim. Quero desejar a você muita sorte na sua nova empreitada e siga seus instintos, e como você disse, continue dançando enquanto a musica tocar, e por falar nisso você dança muito bem.

  5. Ed oliveira

    Adorei…É assim mesmo! Temos que diante dos obstaculos dizer: “tá tudo bem”.
    Abraços

  6. Rafael B

    ola!! Queria te dar os parabens pelo texto, pois ele diz muito do que eu costumo dizer para quem esta ao meu redor tmb..

    Tu n me conhece, mas eu posso te dizer q conheço um pouco, pois te acompanho a mais de 2 anos.. Meio estranho neh?

    Mas o que eu costumo dizer para quem esta ao meu redor eh isso… Hoje em dia, pouca gente faz.. Tem muita gente olhando para aquele pouco que faz.. E depois muita gente reclamando.. Depois de feito todo mundo diz que faria melhor, que era facil fazer.. mas não fez..

    Eu gosto muito de encontrar pelo mundi pessoas que fazem… Que fabricam.. Que eleboram pois me da uma esperança de que o mundo n ta uma M.. Bem grande e fedorenta.. Porem ta casa vez mais dificil..

    Mas parabens.. Tu tem mais eh que ter muito sucesso e ficar rica… Pq merece..

    Abraços

  7. Natália

    Putz.. Puta relato, como muitos dirão.
    A verdade atrás da imagem, a pessoa atrás do nome.

    A sorte quase sempre é isso. Investimento, dedicação, suor.

    Parabéns pela coragem. Pelo Sucesso.

    Que Deus continue na ‘sua parada’.

    E leve a vida por ai..

  8. Bruna

    Então pouco tempo te acompanhando já virei sua fã. Chegou um tempo que eu entrava todos os dias aqui, pra ver suas coisinhas escritas, suas aventuras, suas historias.
    Admiro demais vc e a cada coisinha que vc escreve de faz tornar sua fã mais ainda.
    Você merece tudo que está acontecendo, e sei que as coisas vão melhorar cada dia mais

  9. professorvaz

    Mirian, eu te acompanho desde 2006 e nesse tempo todo, sempre te incentivei a continuar e não é diferente agora!

    Sinto muito orgulho, de sempre repetir pros meus amigos, que tenho uma amiga famosa que trabalha na TV, que as vezes até me responde no twitter rsrrss – mas o bonito disso tudo é acompanhar sua trajetória por 6 anos e poder dizer que contribui um pouquinho – simplesmente interagindo, comentando e vibrando positivamente!

    Sucesso Mirian! Tamo contigo, nas pingas e nos tombos!

    Grande Abraço!

    @professorvaz

  10. Michele

    Esse é o grande segredo, Mirian. E olha, eu confesso que às vezes (quase sempre) deixo passar as oportunidades por pura insegurança, um dos meus maiores defeitos.
    Um dia criei coragem pra chegar até você e conversar (voltando de São Paulo pra Americana no ônibus, lembra?), voltei pra casa sentindo que podia fazer o que eu queria, desde que acreditasse em mim mesma, agarrasse as oportunidades, fizesse dar certo. E agora, preciso agradecer. Obrigada pela força que você transmite (até com o olhar…), essa vontade de viver e coragem de dar a cara a tapa. Obrigada por aquela conversa! Pelo carinho. Por esse texto. Mais uma vez, me sinto bem, com peito pra tentar o que quero. Você realmente é alguém em quem me espelho, Mi.

    Orgulhosa por você ter chegado aonde chegou. E é só o começo, tenho certeza. =)

    Beijo grande!

  11. Caroline

    Putz, que texto lindo e sincero Mirian!
    Tomara de verdade que tudo continue se transformando pra você, e sempre em um caminho melhor.. Bjos

  12. Tchulim

    c ta ligada q eu sou desse role, me deu ate vontade de contar no blog hahahaha

    tamo junto <3

  13. Rafael

    Grande…… So há gostinho de vitória para quem ja experimentou o fracasso, antes morrer de pé com a cabeça erguida do que passa a vida inteira de joelhos. Acho que sorte é o que se conquista por continuar a lutar.
    Ps: vc ainda me deve um porre de vinho hahahahahha
    Ps 2 : minha filha é a coisa mais lindinha do mundo ( ja vi pelo.usg )
    Hahahahahhahh luck

  14. Diego

    É por isso que eu sou seu fã desde que descobri o blog. E é por isso que essa admiração cresce, cresce, cresce e… PQP! Não para mais. Vai explodir!
    O único problema de tudo isso é a minha incapacidade de te criticar. hahaha
    Eu já falei milhares de vezes que você é foda, mas sempre me vejo obrigado a repetir mais uma vez. Então: você é foda!
    Tenho muito orgulho de poder te ler e te assistir e de ser seu fã.
    Se você tem sorte, não sei, mas capacidade, talento e coragem de meter a cara com certeza não lhe faltam.
    Parabéns por tudo! E obrigado por compartilhar com a gente. Obrigado por fazer a gente se sentir um pouquinho parte da sua vida, da sua alegria, do seu sucesso.
    Detona com tudo Mirão!!! No bom sentido, claro.

  15. Ana Carolina Cabral

    Mirian Bottan, você sempre foi e será minha musa inspiradora. Não pela beleza física (também por isso, claro!kk), mas porque acompanho seu blog desde…SEMPRE! Desde aquele post seu em que vc tava falando sei l´pade que diabos, que seu computador deu pau e vc perdeu tudo que tinha nele, e sei lá mais o que.. Não sei se faz sentido o que to tentando dizer, mas também sou blogueira, também quero ser Jornalista e vc é uma das pessoas que me inspiram à isso. Você não é só linda por fora, é por dentro também, e mesmo não te conhecendo pessoalmente, sinto como se conhecesse. Obrigada pelo incentivo que, sem saber, vc acabou me dando. ARRASA, GAROTA!

  16. Carol (Kakah)

    Mi, eu te acompanho desde, sei lá, 2008? Acho que a gente meio que se conheceu nessa época e mesmo eu não tendo sido uma boa amiga, sei o quanto você lutou e batalhou. E eu fico mais feliz ainda de ver o quanto você evoluiu na sua carreira… Estamos em fases diferentes de nossas carreiras, você na TV e eu na publicidade, mas eu me sinto como você muitas vezes, porque dizem que estou onde estou por sorte… E é fácil associar a sorte porque é o que todo mundo vê. Mas ninguém vê o quanto algumas pessoas confiam na gente, o quanto é foda acordar 6 da manhã e ir dormir 2 da manhã, ninguém pesa que a gente não tem tempo pra comer, pra dormir, pra ver as pessoas que a gente gosta e admira… Meus últimos 15 dias foram tão loucos que nem consegui ir pra praia me despedir do meu pai que foi viajar… Então eu te entendo, saca, entendo muito quando você diz que não foi fácil porque nunca é, mas as pedras em que a gente tropeça nunca aparecem. Eu te admiro muito, por tudo, por ter corrido atrás e por ter sido sempre uma inspiração. Você merece tudo de melhor que acontecer na sua vida, de coração. Pretendo assistir ALiga pra continuar acompanhando a sua evolução. Se cuida, pequena.

  17. Jorge

    Parabéns, moça. Gostei da entrega. Procure sempre se conscientizar do que está ocorrendo dentro de você e ao seu redor. Cuide sempre de observar os sintomas que você descreveu, trata-se de uma doença que deve ser sempre tratada como tal. Enfim, “sorte”, que bons ventos a levem.

  18. Nathalie

    Teu conselho de “vá lá e faça” parece óbvio, mas a verdade é que a maior parte do tempo a gente duvida do que é capaz, do valor que tem e hesita ou desiste das coisas. É sempre bom tomar um peteleco na cabeça e ouvir um “faça”. Muito obrigada, eu tava precisando. E parabéns por ter ido lá e feito. Também já fiz muita coisa que custou bastante e que no fim não deu certo, mas no fundo, deu, tipo os 100 passos pra trás e os mil pra frente. Vou lá tentar dar mais uns passinhos!

  19. Maíra Tanaka

    Sua linda! Tenha força e fé (na vida e nos seus sentimentos) sempre! Você não está aí à toa. E há muito mais por vir… vá em frente!
    parabéns pela coragem, certeza que muitas meninas vão se inspirar aqui.

  20. Tharcy

    Quebra tudo, Miriandópolis! <3 Como você disse ontem, se não me falha o Chardonay, "pessoas boas atraem pessoas/coisas boas". E é assim que a roda gira. Beijão, ruiva. Keep on rockin', sempre.

  21. Anderson

    Fico feliz por você, realmente fico. Mas como você mesma reconheceu, seus peitinhos tiveram um papel crucial em certo ponto nessa história. Não dizendo que você não é hábil. Certamente é. Certamente sabe trabalhar com mídia e isso vem da insistência, de gostar do que faz. Não é sorte, mas também não é algo nato. De qualquer foma, outras qualidades que nasceram com você ajudaram sua história a ser diferente da milhares de outras pessoas que tentaram como você tentou, mas não conseguiram. Você é linda e carismática. Não sei se você tenta negar que isso te ajuda, que uma ou outra pessoa, cedo ou tarde, vai chegar em você e te ajudar, simplesmente pelo seu carisma. É uma pessoa adorável por sí só. Com uma luz natural que comove as pessoas. E já que sabe ler e escrever, o resto dá se um jeito. É uma bonita história de superação, mas se a idéia era deixar a mensagem para todos de que “lute que você consegue”, acho que ai você falha. Isso não vai funcionar com todos. Funcionaria com muitos, pessoas como você. Mas não com todos. Não é formula. Existem gênios involuntariamente antipáticos que não conseguirão o mesmo. E pessoas mediocres que por mais que se esforcem pra aprender algo, como você fez e continua fazendo, jamais vão conseguir algo sem o empurrãozinho de seios perfeitos, ou um rosto de anjo, movimentos de anjo, um “godsent-like smile”. Isso está na mente de quem ajuda e não na sua. Entendo se você quiser tentar negar. É muito mais gostoso ler comentários de amigos próximos que jamais dirão nada além do que você quer ouvir, nada além do que as normas de convivência obriga um amigo dizer a outro num momento desses. Não os culpo também, viver ao lado de um ser hipnotizante como você faz qualquer comentário racional ter pouca chance de existir. De qualquer forma isso tudo não é acidente: em algum momento você acertou muito, do contrário não teria 20 mil followers no Tweeter (mesmo que tudo isso seja pós Trip, na época do blog você já tinha seus 2 ou 3 mil ?) Ainda sim, demonstra a habilidade que você tinha pra atrair público.

  22. Rosi

    Adorei o post, eu passo de vez em quando por aqui, te vi no programa do datena e na ultima terça em A liga e sabia q conhecia esse rosto de algum lugar. Fiquei impressionada com o jeito q vc escreve e o q disse nesse post. Isso servirá de exemplo pra todos, pode ter certeza. Parabéns e muuuuuuuuuuuuuito sucesso pra ti, de verdade.

    bjs

  23. Pingback: Pessoas que possuem minha admiração! « batatafrita

  24. Tati

    Mês passado escutei a seguinte frase, dita por um exemplo de profissional na minha carreira: “A vida nos exige coragem e ousadia.” E essa foi a primeira coisa que eu lembrei qdo comecei a ler seu texto. Depois lembrei que as melhores coisas/trabalhos que já aconteceram na minha vida foram essas, em que a vida exigiu, e eu, mesmo com as pernas bambas, fui lá e fiz. A sensação depois é uma das melhores, né? Vc se sente capaz de muita coisa que antes achava impossível de realizar. Adorei o texto e caiu como uma luva hoje, em que a vida está exigindo ‘coragem e ousadia’, e me lembrou de como é bom ‘ligar o foda-se’ e tentar. E o mais importante, abrir os olhos pra ver as oportunidades que aparecem. Valeu pelo texto de auto-ajuda! HAHAHAH

  25. Anderson

    Eu sei que não, destaco isso no começo do meu comentário. Li cada palavra do seu texto. Levantei a hipotese como um possível questionamento seu, interno, antes de se ver obrigada a expressar pra quem quer que seja. Enfim, o argumento era em cima de outra coisa, uma pena que foi a única coisa que te chamou atenção. Paciência.

  26. VIVIANE ENEAS

    Mirian, eu acompanho seu blog desde o início (desde o início mesmo), mas esse é o meu primeiro comentário. Descobri seu blog, do nada numa busca por qualquer assunto que nem lembro e salvei em favoritos com o tempo passei a visitá-lo mais porque via em você muita sinceridade. Acompanhei as mudanças de layout, os momentos diferentes em sua vida os quais você dividia conosco aqui no blog, as fotos, as viagens, o burraco, e agora a Liga. E hoje depois de tanto tempo acompanhando, a PEQUENA NOTÁVEL DE ROSTINHO BONITO me ensinando mais do que nunca uma história de vida de superação. Acredite Mirian, sua história de vida tem sido um exemplo para mim. Recentemente na empresa onde trabalho, me deparei com um grande desafio, e advinha? Lembrei-me de você, é engraçado, mas na hora lembrei-me de você e do posta anterior a este no qual você fala sobre o ingresso na Liga, daí pensei: A Mirian conseguiu, mesmo sem saber, mesmo com medo, mesmo sendo criticada, ela teve coragem e está conseguindo, porque não fazer o mesmo? E pensando na sua história de vida eu fui, tentei e consegui também. Parabéns por essa pessoa brilhante que você é, sucesso nessa nova caminhada, e obrigada por compartilhar momentos de sua história conosco, é um prazer sempre! ? Viviane

  27. Daiane [@VivoVerde]

    Menina… creio que posso dizer que acompanhei um pouco da sua vida…. desde as primeiras Campus Party eu já escutava seu nome… já pude estar bem próxima de você por lá mesmo e olha… quando te vi viajando pelo mundo no Multishow… nunca imaginei que você poderia ter passado por uma fossa destas… pelo contrário, pensei… Nossa, menina de sorte, tanto que fez que mereceu e está aí, só o sucesso, achei massa, porque assim como eu começou do blog também e teve sucesso, meus parabéns pelas conquistas, pelas fossas que te fez crescer (sempre) e também pela nova fase no A liga =) Sucesso menina .o/

  28. jefferson

    Sensacional! Nunca nos falamos, mas sempre nos víamos no ônibus a caminho da escola, quando éramos adolescentes. Vc sentava sempre no último banco, tinha cabelo vermelho, franja encobrindo o rosto, usava sempre fones de ouvido e lia. Mas o q mais me chamava à atenção era seu olhar extremamente esperto, porém, meio assustador, admito que tinha medo de vc, apesar de sentir, de certo modo, um amor platônico, evitava olha-la, tentava vê-la pelo reflexo dos vidros e, só as vezes, me arriscava a te olhar diretamente, esperando que estivesse distraída, mas nunca estava, sempre era surpreendido com seu olhar de desprezo…rs
    Escrevo isso apenas para desejar-lhe uma coisa que talvez não exista: sorte; e, sobretudo, espero que o acaso ou a música te levem sempre para longe, mas nunca longe o bastante para que não possa vê-la, e agradeço por tantos anos depois me permitir que volte a espia-la, mas desta vez sem temer, já que sei que não perceberá meu olhar… Vc, definitivamente, passa a ser meu compromisso de toda terça-feira a noite.

  29. Enio Luiz Vedovello

    A atitude é tudo, e o seu texto mostrou isto melhor que qualquer livro de auto-ajuda. Parabéns…
    Eu sigo o seu blog praticamente desde o começo, e me lembro, sim, de tantos textos que você colocou aqui, cup noodles, volta para a casa dos pais, volta por cima, e tudo mais que você citou. E sempre com duas importante características suas bastante visíveis: determinação e mturidade, muito maior do que a maioria das pessoas da sua idade.
    Só posso mesmo é te admirar…

  30. Na Codo

    Eu sempre fui apaixonada pelo seu blog bem antes de te conhecer e lembro direitinho a sua primeira frase no twitter pra mim: “quem acredita, sempre alcança”. É manola, não tem jeito, essa frase não existe a toa.

  31. Camila Chapetzan

    Caralhos dos caralhos dos caralhos Mirian!
    Eu te amo! E sempre vou te amar.
    A vida tá dificil pra caralho mas mesmo assim vou seguindo. ~FAZENDO~ como você mesmo disse. Não tenho medo de me atirar e sempre fiz tudo assim mesmo “nas escuras” tateando um lugar pra mim.
    A internet não me abriu portas; abriu uma vida nova pra mim. Estou indo ao sabor dela, e tudo está começando a se encaixar. Eu te adoro há anos e espero um dia poder conhecê-la finalmente!
    bjos! Você merece tudo de ótimo e…. eu tb! Rá!

  32. Marcelo

    Venho te acompanhando pelo twitter já faz alguns anos e embora não saiba nada sobre a sua vida, acompanhei algumas decisões e acontecimentos na sua vida que só me trouxe admiração.
    Comprei a sua Trip e vi o tanto de críticas que você sofreu, embora as fotos tenham ficado lindas e sei lá, acho que tem um povo muito mal amado. Acompanhei sua viagem no Vai Pra Onde e achei super bacana você acompanhando o Bruno de Lucca, pois adoro esse tipo de programa.
    A Bulimia? Mais uma luta e mais superação!
    “Perder” 100 mil reais na TV? Ainda mais admiração, pois poucas pessoas tem coragem de arriscar para chegar em seu objetivo.
    Agora venho acompanhando você caçando e batalhando seu espaço no “A Liga”. Fiquei super feliz quando você falou que ia participar do programa. Sempre foi um dos meus programas preferidos e acredito ser um dos melhores da TV. É muita responsa estar ali no meio de tanta gente boa e estou torcendo muito por você!
    Continue a sua batalha da vida e continue arriscando, ás vezes batemos a testa na parede, mas sempre andando em frente e sem medo de arriscar!
    Meus parabéns! Você merece tudo de bom! =)

  33. Klaus (@klausthe)

    Acompanho seu blog e seu trabalho desde sempre(tentando não ser um stalker maldito), vi vc escrevendo e passando muita coisa, mudanças radicais na sua vida, e sempre achei muito positiva a forma como você conseguia de alguma forma tirar alguma coisa do chapéu.

    Algum tempo já se passou do seu primeiro post, da primeira vez que ouvi falar da Mirian e a coisa que eu vejo é uma menina batalhadora, que veio de uma cidadezinha do interior e está conquistando seu espaço e já deixou de ser uma pessoa ordinária a muito tempo.

    Sei que é duro levar a porta na cara, o não e enfrentar o fracasso, mas é só assim que nós (de escorpião) aprendemos. E você tem aprendido muito bem, Parabéns por esse seu novo degrau e parabéns por ter conseguido reverter todos os acontecidos em algo melhor para te tornar uma pessoa melhor.

    Parabéns e sucesso em tudo que você fizer (até quando ficar chato e vc resolver mudar tudo 😉 )

  34. Leo Strong

    Cara, que lindo! Passei por aqui há uns três anos, quando minha vida era uma bosta! Hoje. tô na melhor fase da minha vida, faço intercâmbio em Londres. Vejo que vc também se endireitou. Boa sorte e sucesso à todos. Nós merecemos. Rsrs.

  35. Alchemist

    Interessante, porém há dois pontos dos quais discordo:

    O primeiro é FAZER o que a vida lhe oferece, seguir seus anseios mais profundos. No entanto, Mirian, isso é impossível em alguns casos. As pessoas, na maioria das vezes, TEM que seguir o que a sociedade as impõe, e não o que a vida as oferece, caso contrário você sofreria uma eterna coerção, a qual não faria valer o que você FEZ.

    ^ Essa não é minha opinião, é um injusto fato, um FATO SOCIAL, é o que acontece.

  36. Alchemist

    Ilustro essa coerção com o fato de seus pais não terem aceitado algumas de suas decisões, inicialmente. Às vezes é melhor nem transgredir os fatos sociais. Contudo, é possível isso fazer e, ao mesmo tempo, realizar desejos profundos, por que não?

    Continuando. Segundo ponto:

    Eu acho que existe sorte sim, infelizmente. O universo é regido pelo acaso:

    Façamos um experimento mental. Se você pegar uma bolinha de golf, posicioná-la a um metro do chão e soltá-la, ela cairá de um jeito. E cada uma das vezes que você soltar essa bolinha, ela vai cair de um jeito DIFERENTE, nunca igual. Pode demorar mais por ação do atrito de um possível vento, mas VAI CAIR.
    Não temos certeza de COMO ela cai, mas sabemos que CAI, interessante não? Podemos PREVER o final desse sistema por causa da gravidade, que funciona como um atrator, o qual sempre conduz um sistema a um fim definido. Os fins justificam os meios.

    Com isso, penso que o seu FIM foi justificado pelo atrator DESEJO ARDENTE, o qual sempre tenderia a levar sua vida para um caminho previsível (que é seu estado atual). No caminho para tal fim, você poderia ter perdido uma perna, por exemplo, mas isso é apenas o ACASO, mesmo assim o atrator em questão a levaria para um melhor fim.
    Portanto, se há um atrator, seja ele qual for, haverá (quase sempre) um fim definido, o qual poderia ter chegado a tal posição passando por infinitos MEIOS diferentes.

    Se você, porém, estiver falando que sorte não existe em função dos atratores dos quais falei, tudo bem. =D

  37. Pedro

    Você é uma garota muito mais bacana que aparenta. Não achei nada ruim s ua estreia na Liga. Tô torcendo aqui pra dar certo. Boa “sorte” aí.

  38. Eurico

    Miriam, essa é minha primeira visita ao blog e desde ja me sinto obrigado a seguir, não imaginava que aquele novo rostinho no “A Liga” (o meu programa preferido) tivesse uma história que inspira as pessoas. Eu tambem enfrentei uma barra pra concluir faculdade e tals, e ate agora o dinheiro não veio. Mas são exemplos como o seu, que me faz continuar sonhando e principalmente lutando pelo que quero. Foi um prazer conhecer seu blog e um pouco de você também! Por que não?! Abraço…

  39. Nathy

    Como eu te mandei lá no Forms, mesmo sem te conhecer pessoalmente, eu te admiro PRA CARAMBA e fiquei super orgulhosa de ti! Sou leitora assídua desse blog e sinto como se já fosse sua amiga, hahah. Você é um exemplo e tanto pra muita gente. Que Deus te abençoe muito e que você cresça ainda mais. Boa sorte e muito sucesso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *